SOS Brumadinho – 2º Relatório de Campo

Louvamos a Deus pelo trabalho realizado pela segunda equipe da SOS Global em Brumadinho. Nesses dias desenvolvemos atividades bem diversificadas:
– recreação infanto-juvenil;
– atendimentos psicológicos individuais e familiares;
– técnicas de relaxamento em socorristas;
– palestras de esclarecimento em diferentes locais e com abordagens distintas;
– visitação domiciliar;
– apoio em sepultamento.

Essa pluralidade de atuação ofereceu oportunidade de servir a comunidade de forma mais ampla e eficiente. Como exemplo pudemos auxiliar estudantes de psicologia de uma universidade na discussão e organização de propostas de intervenção para a crise deflagrada por esta catástrofe.
Percebemos a necessidade de continuidade dos trabalhos, quer seja com apoio à infância e adolescência, quer seja com acompanhamento e visitação aos lares de equipe de psicólogos, uma vez que o desastre deixou profundas lacunas na população pela grande proporção. Realizamos um trabalho que gerou segurança e confiabilidade na comunidade.

Confira o Relatório de Campo completo:

Nossas atividades a partir do último relatório enviado:
Sábado pela manhã nos fizemos presentes na ação comunitária idealizada e pré-conduzida pelo grupo NAAÇÂO no ponto de apoio localizado no campo de futebol do Parque da Cachoeira, que teve a presença de muitas ONGs, alterando o programa estabelecido previamente, mas deu tudo certo.
Domingo, a programação se repetiu nesse ponto de apoio. Tivemos porém, outros eventos acontecendo em paralelo à essas atividades do ponto de apoio.
Ainda pela manhã, Joeverson, a enfermeira Leanara e a psicóloga Ingrid foram à IPB Sarzedo onde ministraram esclarecimentos acerca da situação de desastre e catástrofes e suas implicações, que foi repetido a noite na IPB de Brumadinho, com a presença de toda a equipe SOS, e onde nossos voluntários puderam servir com alegria ministrando à classe das crianças durante do culto.
Ainda à tarde a equipe acompanhou sepultamento de membro da igreja do Pr. Walas (IPB Brumadinho).
Como segunda-feira amanheceu chovendo, tivemos uma manhã de descanso, mas logo a tarde saímos para reestabelecer contatos junto às autoridades. Também visitamos famílias enlutadas da igreja do Pr. Walas.
Terça-feira os trabalhos foram realizados junto ao grupo NAAÇÃO. Atividades de recreação e acompanhamento de famílias com a equipe completa.
À tardinha, as psicólogas Grace e Sara conseguiram transporte para o Córrego do Feijão onde aplicaram técnicas de relaxamento em grupo de socorristas, o que abriu caminho para trabalharmos na quarta-feira naquele lugar. Mais especificamente, recreação de crianças e adolescentes com Eduardo e Bruno.
Foram feitas também visitas domiciliares no Córrego do Feijão.
À noite, Leanara, Grace, Sara e Ingrid, foram palestrar na PUC de Betim acerca da “Ação e Atendimentos em Catástrofes” e “Dinâmica Emocional em Desastres” para alunos de psicologia daquela universidade.
Quinta-feira, os trabalhos foram realizados no espaço NAAÇÃO mas mais uma vez a equipe se dividiu, ficando Ingrid, atendendo demandas junto a UBS do Parque da Cachoeira, incluindo visitas domiciliares com equipe multidisciplinar de voluntários e composta pelo próprio posto de saúde.
À noite nos despedimos do Pr. Walas em sua igreja encerrando assim a participação de boa parte da segunda equipe em Brumadinho, que se despedem, retornando às suas atividades. Continuamos com equipe no local para dar continuidade aos trabalhos com a chegada da terceira equipe no dia 09/Fev.